Requisitos de Matrícula

Visão Geral

Para fazer uma graduação na Itália você deve ter pelo menos 17 anos e ter completado 12 anos de escolaridade. Caso seu ensino médio tenha sido de 11 anos, será necessário fazer um ano complementar de ensino médio na Itália ou um ano de graduação no Brasil antes de se inscrever para o Bacharelado na Itália.Também é possível ter o reconhecimento do Bacharelado feito no Brasil e ir direto para o Mestrado na Itália (Laurea Magistrale)Alguns programas de graduação na Itália exigem teste de admissão ou aptidão (fica a critério de cada universidade).

Para os cursos abaixo será sempre necessária a participação obrigatória em um teste nacional de admissão

  • Arquitetura
  • Medicina e Cirurgia
  • Odontologia
  • Medicina Veterinária
  • Profissões de Saúde
  • Ciências da Educação

Documentos Normalmente Exigidos

  • Pedido de pré-inscrição universitária no consulado (original e duas cópias)
  • Diploma original do ensino fundamental e médio acompanhada de uma tradução em italiano oficialmente legalizada pelo consulado italiano competente; (12 anos de estudos no mínimo)
  • Declaração de valor (Dichiarazione di Valore) – que é um documento que atesta a equivalência de suas qualificações – emitido pelo consulado italiano
  • Prova de elegibilidade acadêmica para estudos universitários no país de origem (para quem deseja fazer mestrado na Itália – Laurea Magistrale – 2º Ciclo);
  • Cópia do diploma de bacharel ou pós-secundário de universidades ou instituições de ensino superior, certificadas oficialmente pela a representação consular diplomática italiana (para quem deseja fazer mestrado na Itália – Laurea Magistrale -2º Ciclo)
  • Duas fotografias, uma das quais autenticada pela representação diplomática / consular italiana competente;
  • Requisitos de proficiência em italiano ou certificados de inglês de acordo com o idioma do programa.
  • A demonstração do conhecimento das habilidades no idioma italiano é obrigatória para se matricular em universidades e instituições de ensino superior da Itália em todos os cursos de italiano.

Os exames de idioma não são obrigatórios para quem possui

  • Diploma do ensino médio italiano (obtido na Itália ou feito no exterior em escola Italiana de dupla diplomação);
  • Diploma complementar do ensino médio obtido na Argentina, confirmando a frequência de um currículo em italiano por pelo menos 5 anos;
  • Diploma em cultura e idioma italiano emitido pela Universidade para Estrangeiros de Perugia e Siena;
  • Certificado de proficiência em idiomas de nível B2 ou superior, emitido por um dos membros da Associação [Certificação] da CLIQ (Certificação de qualidade da língua italiana).
  • Algumas universidades oferecem programas de estudo em inglês. Nesses casos, não é necessário um teste de idioma italiano. Somente para programas realizados em inglês, é necessário um certificado válido no idioma inglês.